sábado, 3 de outubro de 2009

Esta estrela


És tu?
Vieste visitar-me?
Saber se estou bem?

Vieste sim.
Saber de mim.
Nada mudou.

Estou aqui perdida
como sempre estive

e quando te olho
sei que me amas
me lês, me ouves
e me devolves
aquilo que marca
a minha estadia.

O amor.


Foto minha.

8 comentários:

Maria Clarinda disse...

Linda Paula....a foto e o poema...e, sim...veio ver-te...não só neste dia mas nos outros todos , está nessa estrela!!!
Jinhos muitos

Osvaldo disse...

Paula;

Compreendi esta foto e o significado que ela tem para ti.
Por isso também penso como a Clarinda,... se a estrela lá está e se destaca por momentos das outras é para velar por ti.

bjs,
Osvaldo

wind disse...

Todos temos uma estrela:)
Beijos

Ana Oliveira disse...

Que essa estrela esteja sempre presente, nos tempos de alegria e nos tempos de melancolia...e que seja esteio e consolo.

Um beijo

Ana

O mar me encanta completamente... disse...

Emocionante!!!
Penso que a melhor poesia que escrevemos é a visceral, a que nos sai das entranhas.
Assim, como a tua.

Beijos

continuando assim... disse...

lindo :)

bjs teresa

Viajantis disse...

muito bonito!

O Faroleiro disse...

Eu sei que há Estrelas que são o resultado de encontros que acontecem entre nós. Elas ficam a cintilar na nossa mente inspirando-nos a sonhar. Por mais distantes que estejam no espaço e no tempo, o nosso coração nunca as perde de vista...

Passar pela vida sem Amor, é como uma viagem pelas trevas sem a referência duma única Estrela.
Felizmente, este não é o seu caso...
Fique bem!