terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Dias há


Dias há em que de sentido
pouco existe
(nada até).
Aparentemente.

Perguntas sem resposta,
respostas que não pedimos
e a vida continua - apesar de -
a marcar os momentos.

Eu também continuo.

5 comentários:

wind disse...

É, há dias assim.
Beijos

FERNANDA & POEMAS disse...

E CONTINUAS MUITO BEM, QUERIDA PAULA, AO OLHAR O FOTO, FIQUEI EMOCIONADA...ADORO ANDAR NESSE PONTÃO...!
ABRÇOS DE CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA

Maria Clarinda disse...

E continuarás sempre....
Lindo mais este poema...e a foto.
Jhs

Mona Lisa disse...

Olá Paula

E assim continuaremos com respostas ou sem elas...

Bjs.

Lisa

Manuela Freitas disse...

Realmente continuamos pelos dias, mesmo à margem daquilo que gostariamos que fosse a nossa vida!
Continuamos e esperamos...
Bjs,
Manuela