quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Tu

Vais dizer-me poesia
cantar-me canções
contar-me histórias
deixar-me mergulhar em ti
como quem se afoga
num riso calculado
na voragem das marés
sem retorno à realidade.


Escrito em 2005.

2 comentários:

Viajantis disse...

que bom que era se assim fosse....

wind disse...

Gostei.
Beijos