quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Último dia de 2008


Espero o amanhecer
numa calma inusitada
porque a certeza
de que ele virá
afasta toda a ânsia
e um qualquer
outro poema evocará
felicidade
e porque a esperança
ainda pode viver
em nós.


Quadro 'O beijo' cedido pelo António Santos

5 comentários:

MPereira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
lua prateada disse...

Passei desejando um lindo 2009...
E assim é...mais um ano,pois...
na melodia do vento, xuva, sol e tempo...
Nós vamos passando como uma brisa de
saudade passada e futura...

Beijinho com carinho e o desejo de tudo de bom!...

SOL

Viajantis disse...

e o amanhecer trará um dia solarengo, propício ao amor e a noite será de lua cheia para celebração dele....

António Sabão disse...

Belo Poema de despedida do ano velho! :)
Beijinhos, Paula! :))))

wind disse...

Gostei.
Beijos