sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

Ocaso


Estas são as cores
com que os meus olhos
se vestirão
um dia ao acaso
entre outras vestes
comuns e cruas
os meus olhos
de ocaso
vestir-se-ão
de cores assim.


Foto do 1º ocaso de 2009 no Funchal tirada pelo Viajantis

6 comentários:

MPereira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Viajantis disse...

e que bonitas cores....

FERNANDA & POEMAS disse...

Querida Paula, o teu belíssimo poema é feito de sábias palavras, olhando o acaso... Maravilhosa foto... Um abraço de carinho,
Fernandinha

Maria Clarinda disse...

E se por acaso...não quiseres esperar o ...um dia....procura um pôr de sol, lindo como este do Viajantis...olha-o com o coração...e este teu poema será agora...
Lindo!!!Como linda está a foto e o momento captado.
Jinhos mil

wind disse...

Bom post no conjunto.
Beijos

FERNANDA & POEMAS disse...

Querida Paula, voltei para reler-te, ouvir esta música maravilhosa e desejar-te Bom Domingo... Vai estar um dia de Sol... Quem sabe dê Praia???
Um abraço de carinho,
Fernandinha