sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Sem marcas


Com a passagem do tempo
esfuma-se o que se julgou
ser um grande amor
e não passou
de um contratempo
dissolvido em palavras,
sem marcas visíveis
e uma contrariedade
atirada para trás
das costas
à laia de esquecimento...


Foto: Viajantis

9 comentários:

PreDatado disse...

Não há ferida que o tempo não cure.
A foto é muito gira.

wind disse...

Acontece...
Beijos

MPereira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vanessa. disse...

Eu acredito que o tempo cura todas as feridas. Pode demorar, mas cura!

sararibeirodasilva disse...

É completamente verdade.
E enquanto não se esfuma por completo, aqui andamos, de coração nas mãos e lágrimas nos olhos.*

FERNANDA & POEMAS disse...

Querida Paula, foi na altura contratempo, agora nada existe... Nem sentimentos negativos... NADA... Um abraço de carinho e ternura,
Fernandinha

Maria Clarinda disse...

E por vezes tudo tem o movimento (vai e vem)da imagem linda que colocaste com o poema. Concordas comigo?
Jinhos mil

O Faroleiro disse...

Se com a passagem do tempo continuar a recordar esse amor, então é porque valeu a pena. Muito pior que perder um amor é nunca o ter conhecido...

Bj

Viajantis disse...

Se o tempo apagou é porque não era um grande Amor...talvez sim uma paixão, sofrida como todas são!!!