sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Um muito pouco

Falta um pouco
muito devaneio
um sonho muito
e um pouco de liberdade
uma muita saudade
e pouco tão muita
a loucura
e a paixão
e tão pouco
muito tempo.

14 comentários:

Gleidston dias disse...

Muito bonito Paula,parabens.

Otimo dia pra voce.

bjsss

Maria, Simplesmente disse...

Gostei de vir aqui.
Maria

manzas disse...

Obrigado pelo comentário, fico grato...

O eterno abraço…

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA PAULA... GOSTEI!!!
UM ABRAÇO DE CARINHO,
FERNANDINHA

MPereira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Maria Clarinda disse...

Paula...(...)a loucura
e a paixão
e tão pouco
muito tempo.

Palavras já não tenho....está lindo,um tão pouco tão cheio de muito!!!...
Jinhos

f_mg disse...

muito bom .. voltarei a visitar este cantinho com muito gosto..

Maria, Simplesmente disse...

Por vezes o pouco é tanto que a loucura instala-se!
Maria

mundo azul disse...

______________________________

Um interessante jogo de palavras a formar seu poema!


Beijos de luz e um final de semana feliz!!!

__________________________________

Duarte disse...

Com o tempo essa paixão pode, efectivamente, causar certo grau de loucura, chegará?
Se é de amor, vale: senão, melhor não.

Reconhecido

Branca disse...

Passando pra te desejar um ótimo fim de semana.

bjo carinhoso.

Sonia Schmorantz disse...

Falta-nos sempre o muito de tudo um pouco que torna a vida mais alegre...
Beijos, lindo final de semana

Sereia Azul* disse...

Querida Paula!

Hoje surpreenderam-me com um Prémio muito romântico! Pensei em ti... Vai ao meu blogue buscá-lo. Nele está impresso o meu amor e a minha admiração pela tua escrita, pela tua alma profundamente romântica!

Um abraço de brisa marinha

Sereia Azul*

Viajantis disse...

o pouco (muito) tempo e o muito (pouco) tempo é que me assusta....a vida é tão curta para dúvidas existenciais....